26
jul

Formação do mármore

Origem do mármore

Para quem achava que reações químicas só ocorriam em laboratório, uma surpresa: a natureza pode agir e provocar as mais diferentes reações, como misturar substâncias e colaborar para transformações químicas de compostos naturais.

O mármore é uma testemunha deste acontecimento. Também conhecido como rocha metamórfica, é proveniente da modificação química do calcário e do meio onde se encontra. O processo é conhecido como metamorfismo e consiste numa resposta das rochas e minerais à pressão e ao calor. O nome é apropriado, já que o termo metamorfismo é uma junção variante das palavras “meta” (transformação) e “morphe” (forma), ou seja, o mármore é formado a partir da transformação físico-química sofrida pelo calcário a altas temperaturas e pressão. A prova disso é que as maiores jazidas de mármore se encontram em regiões de atividade vulcânica e que possuem a rocha matriz calcária. Essa origem explica a definição de rocha metamórfica dada ao mármore.

A temperatura em que se encontra o calcário é definida como grau metamórfico e, juntamente com a composição química do mineral, molda a rocha dando origem a variadas cores (rósea, branca, esverdeada, preta) e diferentes texturas. Essas características fazem do mármore um material rentável na indústria de rochas ornamentais.

Aplicações do mármore: usado em decorações, na confecção de objetos ornamentais e esculturas. Em construções civis é aplicado em objetos para uso domiciliar, como pisos, mesas e bancadas para cozinha.

As maiores concentrações de rocha metamórfica no Brasil ficam no estado do Espírito Santo, e consequentemente, a maior produção de objetos ornamentais de mármore do país pertence a esse Estado.

O Que São Mármores e Granitos?

Rochas são agregados de um ou mais tipos de minerais. O tamanho e a disposição deles (aspecto) dependem de sua formação.

O termo rochas ornamentais é um nome comercial para designar as rochas passíveis de polimento, sendo assim, granitos são todas as rochas não carbonáticas e mármores são as carbonáticas. Os outros materiais como: ardósia, pedra mineira e pedra miracema são conhecidos simplesmente por pedras.

Os mármores são rochas metamórficas constituídas principalmente por minerais de calcita.

Já os granitos são rochas ígneas constituídas principalmente por minerais de quartzo, feldspato e mica.

Os minerais de calcita são facilmente atacados por soluções ácidas, além de serem mais frágeis e de dureza menor do que os minerais constituintes dos granitos. O quartzo e o feldspato são aproximadamente duas vezes mais “duro” (resistência relativa ao risco) do que a calcita.

Como se Formam e Como Ocorrem na Natureza

O mármore é formado pela transformação de uma rocha sedimentar pré existente. Essa transformação, o metamorfismo, é o resultado de uma mudança no ambiente de deposição do calcário.

O granito é uma rocha ígnea formada por um magma em estado de fusão a grandes profundidades, no interior da terra onde ocorrem seu resfriamento e a sua solidificação.

O quartzo transparente, o feldspato e a biotita escura são os principais minerais formadores dos granitos. A coloração destas rochas é dada principalmente pela cor dos feldspatos.

Os granitos ocorrem tanto sob a forma de maciços rochosos como em matagões (blocos arredondados), os mármores são explorados através de cavas abertas ou cortes em taludes, pois não formam concentrações de matagões como os granitos.

Com grandes chances de acerto, a olho nu, pode-se distinguir os mármores pela característica da superfície da rocha: geralmente apresentam muitos veios, coloração mais homogênea e ausência de pigmentação preta (sob a forma de pontilhados), comum em quase 100% dos granitos.

Aprenda a Distinguir Mármores de Granitos

O método mais simples é riscando a superfície lisa da rocha com metal: o mármore é riscado e o granito não. Este fato se dá em função da dureza relativa dos minerais constituintes das rochas.

Os mármores são constituídos principalmente por calcita ( mineral de dureza 3 – escala de Friedrich Mohs), portanto pode ser riscado por metal.

Os granitos são constituídos principalmente por feldspato e quartzo ( minerais de dureza 6 e 7, respectivamente), e não podem ser riscados pelo metal, mas riscam o vidro e são riscados por outro mineral de dureza superior.

Os travertinos são rochas calcárias de sedimentações químicas, formadas pela combinação de bióxido de carbono com carbonato de cálcio em solução.

Mármores

Formado por Carbonato de Cálcio (CO3Ca) + Substâncias estranhas.

Têm veios mais evidentes e menos brilho que os granitos.

São mais moles e menos resistentes que os granitos.

São suscetíveis a manchas e desgaste.

São indicados para pisos internos de salas, halls e quartos.

São muito usados em banheiros e demais ambientes sociais.

Granitos

Formado por Mica + Quartzo + Feldspato + Substâncias estranhas

São mais duros e resistentes a ataques químicos do que os mármores.

Também são mais resistentes a absorção de água e a desgaste abrasivo.

São indicados para áreas externas ou internas, inclusive em cozinhas e lavanderias.

Muito utilizado em áreas comerciais.

 

Source : Renan Abdalla Bandeira